terça-feira, 10 de março de 2015

Intolerância a lactose.

Olá pessoas!
Hoje vou escrever sobre algo pessoal, digamos assim, mas que muita gente sofre do mesmo problema. 
Eu não sofro, kkkk, digo isso porque tenho a "Intolerância congênita", ou seja, desde que nasci.

"É possível, embora raro, que bebês nasçam com intolerância à lactose por causa da deficiência total de lactase no organismo. Essa é conhecida como herança autossômica recessiva e é passada de geração em geração. Isso significa que tanto o pai quanto a mãe precisam transmitir o gene da intolerância à lactose para o filho para que ele apresente o problema."                                                                          (Fonte: http://www.minhavida.com.br/) 


Minha mãe sempre me conta que desde que nasci eu passava mal depois de mamar, ela tentou outros tipos de leite, mas eu não me adaptava. Como naquele tempo, meus pais não tinham condições de pagar exames mais detalhados, eu cresci sem depender do leite, sem sentir falta. E além do leite, todos os derivados.
Não sinto falta realmente, sempre tomei café preto mesmo, e adoro!!! Não consumo queijo, nem gosto, pra falar a verdade. Mas assim, agora, depois de adulta, isso começou a me incomodar um pouco, porque apesar de não sentir falta do leite, eu gosto de comer pizza, muuiiittooo macarrão com molho branco, pão com requeijão, iogurte, e isso tem me causado muitos problemas. Já fui para o hospital algumas vezes, passei semanas e semanas com dor, até conseguir, esta semana diagnosticar essa intolerância.
E agora, vou começar uma mudança nos hábitos alimentares, e vou compartilhar minhas receitinhas sem lactose aqui no blog.
Hoje em dia é muito mais fácil encontrar nos mercados produtos identificados "lactofree", e também existem muitas opções de receitas, para quem não pode consumir essa bendita lactose.
Na verdade, essa intolerância, nada mais é, do que uma deficiência de lactase, e nosso organismo fica incapaz de digerir a lactose, que é um tipo de açúcar encontrado no leite e derivados.

Bom, agora é só aguardar os próximos posts, próximas receitas, e de vez em quando também escrevo sobre essa nova experiência.

Até mais...

Bjinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário