quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Nhoque da fortuna...

Ontem a noite, estava pensando em fazer o "tal" do nhoque, porque me lembrei que quando eu era criança, e passava minhas férias em Ouro Verde d'Oeste, minha tia queridona, chamada carinhosamente de "Tia Gorda" (mesmo sendo magrinha), sempre fazia muitas comidas deliciosas, e entre elas, o Nhoque da Fortuna, com direito a dinheiro embaixo do prato.
Senti vontade fazer e sentir aquele "gostinho" de tradição, aquele cheiro que remete a infância...mas não fiz. Quem sabe no próximo dia 29, eu tenha mais tempo...
Mas mesmo assim, vou compartilhar uma receitinha bem básica com vocês, porque ainda dá tempo de fazer pra janta...
Imagem retirada da internet



Nhoque ao Sugo
Rende 4 porções
Tempo médio de preparo: 50min
Massa do Nhoque
300g de batata
80g de farinha de trigo
30g de parmesão ralado
30g de manteiga
1 ovo
Sal a gosto
Noz moscada a gosto
Molho ao Sugo
500g de tomate
2 dentes de alho
50ml de azeite
Sal e pimenta a gosto
16 folhas de manjericão italiano
Modo de preparo
Massa
Em água fervente e salgada, cozinhe as batatas. Quando estiverem cozidas, escorra a água e amasse-as, sem deixar pedaços. Em uma vasilhe, misture todos os ingredientes da massa às batatas. Faça uma “corda” com a massa e corte-os em pedacinhos, que podem ser moldados com a forma arredondada típica do nhoque.
Molho
Amasse os tomates com um garfo. Reserve.
Bata os dentes de alho e, depois, doure-os com azeite. Em seguida, acrescente os tomates e tempere com sal e pimenta.
Leve ao fogo médio e cozinhe com tampa por mais ou menos 30 min. Acrescente as folhas de manjericão.
Pra finalizar
Aqueça os nhoques em água fervente salgada por 2 minutos. e depois escorra-os.
Em seguida, doure-os em uma frigideira com um pouco de azeite.
Sirva a massa no prato e coloque o molho pomodoro. Para fechar, salpique queijo parmesão ralado e decore com uma folha de manjericão.

Conta a lenda que São Pantaleão, numa distante noite de 29 de dezembro do século 4, perambulava, maltrapilho, por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu à porta de uma casa.

A família, numerosa, não tinha comida sobrando, mas, apesar disso, o patriarca fez questão de dividir o pouco que havia para o jantar com o desconhecido. 

A família, reunida em torno de uma grande e pobre mesa, comeria nhoque. E, ao dividi-lo com São Pantaleão, cada um dos filhos e filhas do dono da casa (além dele próprio e da esposa) teve de se contentar com sete pedacinhos de massa. 

São Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. 

Só quando recolhia os pratos da mesa é que o patriarca descobriu que, embaixo de cada um deles, havia bastante dinheiro. 

Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é Dia do Nhoque da Fortuna (ou Nhoque da Sorte). E o ritual é o seguinte: primeiro, coloca-se dinheiro sob o prato; depois, comem-se os primeiros sete pedacinhos de nhoque em pé, fazendo um pedido para cada um deles; só então a família, reunida, se senta à mesa e come à vontade. 

Não custa tentar... até porque trata-se de um prato realmente delicioso. Bom apetite! 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Noite das massas.

Ola pessoal....
Fizemos uma "Noite das massas", na casa dos nossos amigos (Família Demetrio), e foi M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!
Só não foi melhor ainda, pelo fato de estar muito, muito, mas muito calor.
Porque na minha opinião, essas massas ficam ainda mais gostosas no inverno...acompanhadas por um vinho delicioso...mas enfim, no calor, foi com cerveja mesmo, e diga-se de passagem, tava estupidademente gelada.

Mas olha pessoas, me desculpem, apesar de ser um blog de receitas, não vou colocar receita dessa vez, porque eu fiz um Conchiglioni recheado com frango desfiado e molho quatro queijos, e a Nadir (lindona, mãe da Thai) fez um Canelone tbm recheado com queijo e presunto e molho bolonhesa...
Então assim, não tem segredo nenhum...é só escolher a massa de sua preferência, e rechear com o recheio que você quiser.

Mas vou colocar uma foto, pra dar água na boca...
A minha cara de quem comeu muito e deu preguiça...



No próximo post...vou providenciar uma receita bem gostosa pra compartilhar com vocês.
Bjinhos.




quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Sanduiche de forno.

Olá pessoas!


To admirada comigo mesmo...por estar atualizando o blog pela segunda vez, esta semana.
Andei vasculhando o meu celular, e acabei achando algumas fotos antigas das receitas que eu fiz, então, a receita de hoje, eu já aprovei, faz um certo tempo...e posso dizer que fica deliciosa.
Além de ser muito prática.
Na verdade não tem uma receita a seguir, porque vocês podem usar o que tiver na geladeira, como recheio...mas vou passar os ingredientes básicos, que usei.


Eu usei:
1 pacote de pão de forma sem a casca (já fatiado)
300gr de carne moída
1 tomate sem pele e sem semente
azeitonas picadas, sem caroço
1/2 cebola
sal a gosto
1 cubo de caldo de carne
200gr de queijo
200gr de presunto
1 potinho de requeijão
1 lata de creme de leite
milho e ervilha
cheiro verde
batata palha

Começe fritando a carne moida, junte a cebola, o tomate, o sal, o caldo de carne, milho e ervilha e as azeitonas picadas. Reserve.
Unte uma forma com margarina, e faça uma caminha de pão de forma, despeje parte da carne moída por cima, coloque queijo e presunto e mais carne moida.
Feche com a segunda camada de pão, e por cima, faça a mistura do creme de leite com requeijão e derrame sobre as fatias de pão.
Espalhe batata palha e leve ao forno préaquecido, por aproximadamente uns 30 minutos.
Sirva quente, acompanhado de salada, ou frio também no lanche da tarde, porque também fica ótimo.

Caso vocês queiram mudar o modo de fazer, fiquem a vontade, até porque, cada um tem um jeito, cada geladeira tem determinado ingrediente e a montagem, também fica a seu critério, pode fazer em camadas.


Espero que tenham gostado.

Bom apetite!