segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Pizza de pão.

Oi pessoal!
Hoje a receita é mais do que fácil.
Uma pizza, feita com pedaços de pão "amanhecido"...aquele pãozinho que iriamos jogar fora.
Bem prática, e barata.
Vocês podem usar uma combinação enooooorrrrmmeee de ingredientes:
- atum, azeitona, milho verde cozido
- ovo cozido, cebola fatiada, cheiro verde
- bacon
- frango desfiado, queijo, tomate
- carne moida
- frango, palmito
- linguiça calabresa, cebola fatiada


Usem a imaginação.
Eu usei os seguintes ingredientes:
Pão italiano em fatias
Azeite de oliva
1 lata de atum desfiado
1/2 cebola picada
sal e pimenta a gosto
1/2 lata de extrato de tomate
cheiro verde a gosto
Fatias de queijo muzzarela
Rodelas de tomate
Óregano


É só untar uma forma de fundo removível, com azeite. Espalhe as fatias de pão sobre a forma, e regue com mais azeite.
Faça um molho, refogando a cebola, acrescente o atum, os temperos a gosto, o ex trato de tomate e o cheiro verde.
Espalhe o molho sobre as fatias de pão, coloque as fatias de queijo, e por cima as rodelas de tomate.
Salpique óregano e leve ao forno, até derreter o queijo.
Sirva ainda quente.
Vocês podem fatias e servir como um pizza mesmo, apenas tomem cuidado na hora de tirar as fatias da forma, pois como são feitas com pedaços de pão, elas podem se desfazer.




Bom apetite.
Até a próxima receita.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Muqueca Diferente.

Ola...
Começando mais um findi...e pra mim, também começa a correria.
Por isso, acabo sempre optando por receitas rápidas, fáceis e gostosas também...
Seria muito mais prático comer qualquer porcaria na rua, mas, nessas horas a saúde e o bolso, rsrs, falam mais alto.

Qualquer lanchinho, tipo Mc Donalds
Burguer King


Kebap 
não sai por menos de CHF 15,00.
Como eu tenho apetite de onça, esse valor aumenta ainda mais.
Sendo assim, prefiro chegar em casa e fazer uma comidinha gostosa.
E eu procuro deixar tudo organizado para quando chegar do trabalho, já estar tudo cortado, decongelado, porque isso facilita bastante.
Bom...vamos a receita então:

4 filés de peixe 
1/2 cebola picada
1 dente de alho picado
1 pedaço (tipo 1/4) de pimentão verde, vermelho e amarelo, picados
1 tomate picado
Sal, pimenta e cominho a gosto
Cheiro verde a gosto
150 ml de leite de coco
1/2 caixa de creme de leite fresco
2 colheres de azeite
1/2 lata de extrato de tomate

Começe temperando os filés com sal, pimenta e cominho a gosto, e deixe no tempero por 30 minutos.
Enquanto isso, bata a cebola, o alho, os pimentões, o tomate e o leite de coco, no liquidificador.
Em uma panela, esquente o azeite, coloque a mistura do liquidificador, distribua os filés de peixe sobre o molho e deixe ferver.
Junte o extrato de tomate e o creme de leite e deixe mais 10 minutos.
Por último salpique o cheiro verde e desligue o fogo. Deixe a panela tampada até servir.

Como acompanhamento, fiz arroz selvagem e salada.


Bom apetite e até a próxima receita!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Pedacinho do Brasil.


PASTEL

Ontem a tarde, meu marido e eu fomos passear um pouco com minha cunhada Andréia, e resolvemos fazer um lanche no meio do caminho.
E minha cunhada nos levou a um lugar que vende algumas gostosuras brasileiras: Pastel Brasil.
Minha cunhada e eu comemos um delicioso de frango e catupiry, meu marido pediu frango com queijo. 
Nos sentimos um pouco no Brasil, porque escolhemos o recheio, e ela fritou o pastel na hora.
Saimos de lá super satisfeitos, com o pastel quentinho, um guaraná antártica, e de sobremesa, umas cocadinhas e doce de leite.
O mais legal de tudo, foi que ela, além dos pastéis, ainda fritou os recortes da massa, sabem aquelas sobrinhas de massa...então, ela fritou e serviu junto com os pastéis. 
Lembrei de quando ajudava minha mãe a fazer pastel e até mesmo o pão, e ela sempre fritava as sobras da massa pra gente comer no café da tarde.

Bom, conversas a parte...vocês conhecem a origem do pastel?
Eu sempre acreditei que fosse super brasileira, mas na realidade, é uma adaptação do "rolinho primavera" chinês.
Alguns dizem que foi do “Gyosa” japonês, outros que o pastel teve sua receita copiada pelos jesuítas quando estes foram à China e passaram a usar ovo ao invés de arroz e o rechearam com amêndoas. 
Sua popularidade veio com a Segunda Guerra Mundial quando os japoneses, para evitar a discriminação, começaram a vender pastel para serem confundidos com chineses. Com a adaptação dos ingredientes do “rolinho primavera”, surgiu o que hoje conhecemos como pastel. 
Então, Viva o Rolinho Primavera que virou Pastel!!!!!

Em dezembro, quando meus pais estavam em Toledo - PR minha cidade natal, eles foram na casa da minha tia Tere, e se acabaram de tanto comer pastel (que eles mesmo fizeram), delicia, né!
Então, eu pedi a receita para minha mãe, e agora vou compartilhar aqui com vocês.

Pastel:
1 kg de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
2 colheres de óleo bem quente
1 colher de cachaça 
1 colher de vinagre branco
Água morna até dar o ponto para cilindrar (aproximadamente 3/4 de xícara)

*Essas são as medidas originais, que minha tia e minha mãe usaram. Vocês podem aumentar a quantidade dos ingredientes, sempre dobrando as quantidades da receita original.


Bom, primeiro, colocar a farinha e o sal em uma tijela. Esquentar o óleo, um pouco mais quente do que o ponto de fritura.
(Coloquem o óleo na frigideira, e junto, coloquem um palito de fósforo (sem ascender). Quando o óleo esquentar, o palito ascende, deixem mais 2 minutos e desliguem o fogo.)
Acrescentar o óleo quente, na mistura de farinha e sal, e mexer bem.
Acrescente a pinga, o vinagre  e água e sove em superficie lisa até dar o ponto para cilindrar.
A massa fica bem firme mas não pode ficar úmida.
Depois é só passar no cilindro, várias vezes até ficar com uma espessura fina.
Em uma superficie lisa, estenda a massa, recheie a gosto, dobre a massa como envelope e feche com auxilio de um garfo.

Agora é só fritar e se deliciar.
Ah, o melhor de tudo, além do pastel ser feito em casa, com o recheio que você quiser, ele ainda fica sequinho, sem aquela gordura pingando.


Nas feiras livres em São Paulo, o pessoal tem o costume de comer o pastel acompanhado com caldo de cana ou água de coco, mas fica a gosto do freguês...pode ser um suco, refrigerante ou até mesmo aquela cervejinha bem gelada.
Espero que tenham gostado!



quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Iogurte Caseiro.

Olá pessoal.
Aproveitando o post da nossa Nutricionista, fui em busca de uma receita de iogurte caseiro.
Porque nem todo mundo tem em casa aquelas máquinas de fazer iogurte, que costumam custar o "olho da cara".
Como eu também não tenho a tal máquina, e sei dos inúmeros benefícios do iogurte, achei a receita certa para resolver esse problema.

Vocês vão precisar de:


1 copo de iogurte natural integral qualquer marca
2 potes de vidros (pode ser aquelas de conserva - desde que bem esterelizados) 500 g com tampa
1 litro de leite integral (fica a critério de cada um, o tipo de leite, pode ser integral, semi desnatado, desnatado, com ou sem lactose, com vitaminas, enfim....tem muito leite no mercado)

Primeiramente você vai precisar esterilizar os vidros antes do uso com água quente, eles serão seus futuros potes de iogurte. Após este procedimento, divida o iogurte pela metade e reserve em cada um dos vidros. Complete o iogurte com o leite enchendo o recipiente até quatro dedos antes de chegar na superfície. 
Dica importante: não encha o vidro até o fim, pois o volume dos ingredientes aumenta a fermentação do leite.
Mexa bem com uma colher e deixe a mistura descansar de 18 a 24 horas fora da geladeira. Passado este tempo, leve os potes à geladeira.
Depois de pronto, vocês podem servir com:
- mel
- frutas frescas (morango, pêssego, coco ralado, banana...)
- cereais (aveia, linhaça, ou até um misto de cereais)
- e consumi-lo ao natural que também é uma delicia.
Iogurte com maçã e mel.

É importante lembrar que o ideal é deixar sempre o iogurte natural dentro dos potes, pois você pode consumi-los de diversas maneiras.
Esta receita rende 800 gramas, aí é só se deliciar.

Espero que tenham gostado.
Até a próxima receita!
Bjinhos.

Alimentação e Saúde.

Alimentos Diet e Light: Qual a diferença?


Olá pessoal! 
Hoje falaremos sobre um assunto do qual muitos se confundem:
Os alimentos diet e os light.
As pessoas sempre acham que é a mesmo coisa, mas na verdade não.
Os alimentos Light são aqueles que têm o valor calórico reduzido, ou seja, eles têm menos açúcar e uma quantidade menor de gordura, porém eles ainda contêm estes ingredientes na fórmula, diferente dos alimentos Diet que são isentos, por exemplo, os alimentos direcionados para os diabéticos são livres de açúcar, por isso são diet.
Há ainda alguns alimentos que são diet e light ao mesmo tempo, quer dizer, eles são isentos de açúcar e têm o valor calórico reduzido também.
Por isso pessoal fiquem atentos sempre as informações nutricionais e os ingredientes utilizados nos alimentos (principalmente os diabéticos), se acaso vocês verificarem no rótulo da embalagem que há presença de açúcar este alimento com certeza não é diet, ele é light!Isso quer dizer que diabéticos não podem fazer uso do mesmo!


Como reduzir o valor calórico das refeições?


Muito simples pessoal, para deixar alimentação mais leve é só substituir os alimentos comuns pelos lights, por exemplo:


Substitua o creme de leite por iogurte, ele deixa sabor muito bom e é bem mais leve.
(Receita Aqui)


Evite frituras e carnes gorduras.
Insira em seu cardápio frutas e verduras,
Substitua a gelatina comum pela diet, pois ela tem muito açúcar


Evite biscoitos recheados, pois eles são ricos em gorduras trans.
Acrescente grãos a sua alimentação, como aveia, linhaça.
Evite doces.
Prefira a margarina light ao invés da comum.
Prefira o pão de centeio ou o preto do que o branco.
Evite o excesso de massas,
Substitua os alimentos brancos pelos integrais.


Troque o leite integral pelo desnatado.
E principalmente coma muita salada, mas sem óleo, acrescente também o azeite de oliva.







Bem pessoal esta foi à dica de hoje.
Qualquer dúvida ou sugestões é só me mandar um email para:
sheilla_al@yahoo.com.br


Obrigado a todos!
                                                                                                              


Sheila Lima
Nutricionista CRN-8 6671/P

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Nem só de Natal vive a Rabanada.



E é verdade...
Pra que esperar o próximo natal pra comer essa gostosura, cheia de calorias???
Eu sempre obedeço as minhas vontades, e a última delas, foi comer essa delicia!
Vocês já devem ter visto milhares de receitas de Rabanada na internet...mas a minha, eu fiz na "louca" mesmo.
Com os ingredientes que tinha na geladeira, e com uns pedaços de panetone que sobraram. Sabe como é né...compra aquele panetone enorme, tava na promoção e depois não sabe o que fazer mais!
É bem simples:

Corte os pedaços de panetone, como quiser...faz uma mistura de leite e leite condensado (pra ficar bem ruim) e passa os pedaços de panetone, nessa mistura.
Bate 2 ovos, bem batidos...e passe os pedaços de panetone também.
Frite até dourar, polvilhe açucar e canela e sirva!
Estupidamente gostoso!


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

X- TUDO DE FORNO.

Oi pessoal!
Pra começar bem a semana, vou deixar aqui uma receita BOMBÁSTICA!
É, essa foi a única definição que achei para a receita de hoje...
Eu estava aqui na sexta feira, assistindo a reprise do programa Mais Você com Ana Maria Braga, e quando apareceu essa receita, meu marido e eu, decidimos: "Vamos fazer essa receita hoje mesmo."
Fomos ao mercado, compramos o que faltava, e parti pra cozinha.
Foi uma delicia fazer e comer depois...que perdição!
Mas, deixando de enrolação, vamos ao passo-a-passo, que parece um pouco complicadinho, mas não é:


Para o molho:


1 xícara de maionese
1 xícara de catchup picante
1/4 xícara de mostarda (eu não usei, porque aqui em casa, não gostamos)
1 colher de pepino em conserva picado bem pequeno
2 colheres de cebola bem picadinha (eu usei cebola em pó)
1 colher de vinagre de maçã
1 colher rasa de açúcar 
Sal a gosto


Numa tigela coloque a maionese, o catchup, a mostarda, o pepino, a cebola, o vinagre, o açucar e o sal a gosto. Misture bem e leve a geladeira por 2 horas para apurar os sabores.

Para o recheio:


12 hamburguers (podem usar congelados ou já fritos, o resultado final não se altera)
1 xicara de milho verde escorrido
1 xicara de ervilha fresca
200 gr de presunto fatiado
200 gr de mussarela fatiada
1 tomate cortado em rodelas


Começando pelo hamburguer, eu preferi fazer o meu em casa, ao invés de comprar, é usei:
200 gr aproximadamente de carne moída, 1 ovo, farinha de rosca até dar o ponto, alho e cebola a gosto, sal e pimenta a gosto. Misture a carne com os temperos, o ovo, e vá acrescentando a farinha de rosca até dar liga, acredito que 2 colheres sejam suficientes. Modele o hamburger (eu fiz do tamanho da forma) e reserve.




Para a massa:



2 ovos
500 ml de leite morno
250 ml de açúcar
1 colher (cafe) de sal
30 gr de fermento biológico fresco (fermento para pão)
500 gr de farinha de trigo
Gergelim branco para polvilhar (eu usei o gergelim torrado - cada um usa o que tem né)


No liquidificador, coloque os 2 ovos, o leite morno, o óleo, o açucar, o sal, o fermento e bata até ficar homogêneo. Tranfira a mistura para uma tigela e vá misturando a farinha. A massa fica mole.
Num refratário, untado e enfarinhado faça camadas na seguinte ordem:
- massa
- molho
- hamburger
- massa
- molho
- milho, ervilha, queijo, presunto, tomate
- molho
- massa.
Polvilhe com o gergelim e leve ao forno médio pré-aquecido a 180 graus por mais ou menos 1 hora.
Retire do forno e sirva em seguida.


Antes de ser devorado

Pedaçinho básico para o meu marido.

Olha o estrago...




Espero que tenham gostado, nós aqui, adoramos. Foi a receita do fim de semana.
Bjinhos e até a próxima receita!

domingo, 23 de janeiro de 2011

Ganhei meu 2° Selinho.

Ola pessoal!
Como passaram o fim de semana?
O meu foi bem agitado...bastante trabalho, mas também bastante diversão.
E não poderia ter terminado melhor, hoje no domingão, quando olhei o blog, e vi que recebi mais um selinho de reconhecimento.


Vocês não tem idéia do quanto fico feliz, com as visitas, com os comentários, sugestões, e  quando alguém me manda um presente desse, então...sinal de que o blog está indo bem!
Ah, quem me mandou o selo, foi a Thais...do blog Peripécias da Thai.Muito obrigada!!
Bom, vamos as regras:
* Repassar e avisar o selinho para 15 blogs e responder as seguintes perguntas:


Nome: Regiane Cristina Kessler.
Uma musica: Hum, dificil escolher, gosto de várias.
Humor: Sempre bom...é dificil ficar mau humorada.
Cor: Gosto de cores alegres, rosa, azul, amarelo, mas também curto um preto e branco de vez em quando.
Estação: Primavera.
Como prefere viajar: Durante o dia, tirando mtas fotos, comendo uns lanchinhos, ouvindo música...
Um  Seriado: Não assisti mtos, mas Dawson's Creek, foi muito bom.
Frase ou Palavra dita por você: Eu te amo! (digo muito, sempre de coração, para as pessoas + especiais da minha vida)
O que achou do selo: O máximo! Gostei muito!

Agora, outros blogs presenteados com o selo:
Panelaterapia.
By Fafella
Mulher 1001
Rosa Chiclete Make up
Figos e Funghis.
Blog da Momo.
Pelo Mundo.


Obrigada a todos vocês pelas visitas e pelo reconhecimento.
Bjocas.
Ótima semana para todos!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Receita de Amigos.

Bolo de Banana com Nozes.

Oii pessoal...
Hoje mais uma Receita de Amigos, e dessa vez a receita é do Jeff.
Na realidade quem me mandou a receita por email, foi o Maikon, mas quem fez o bolo primeiro, foi o Jeff.
O Jeff, mora em São Bento do Sul, trabalha no Empório do Sabor (restaurante e petiscaria) e é tipo "homem bombril" porque ele atende, cuida do caixa, ajuda na decoração do buffet, e além de tudo faz um café maravilhoso!
Café Trufado - By Jeff

Quando eu estava em São Bento do Sul - SC, fui algumas vezes ao Empório tomar alguns cafés, comer bastante (que novidade) e tive o prazer de provar um capuccino delicioso com um bolo mais delicioso ainda. O Jeff, inclusive fez um enfeite lindo no café...eu tirei e foto, mas acabei perdendo porque estava no celular...:((
Bom, chega de papo e vamos a receita do bolo:

 4 ovos inteiros
3 bananas maduras (nanicas)
1/2 xicara de leite
1/2 xicara de oleo
2 xicaras de açucar
2 xicaras de farinha de rosca
1 colher de fermento em pó quimico (no Brasil, o fermento Royal)
1 xícara de nozes picadas

manteiga para untar
açucar e canela para polvilhar

Bata no liquidificador os ovos, a banana, o leite e o oleo e reserve.
Em uma tigela, misture o açúcar, a farinha de rosca e o fermento, adicione a creme de banana e mexa até obter uma massa homogênea.
Junte as nozes picadas.
Unte uma forma com furo no meio com manteiga e polvilhe o açúcar e a canela.
Despeje a massa na forma e leve ao forno pré aquecido a 180º C por mais ou menos uns 35 min, ou até que o  palito saia limpo.
Retire do forno, deixe amornar e desenforme.
Polvilhe açúcar e canela por cima.


Ele fica com uma aparencia de bolo "massudo", pesado,  mas depois que esfria, a concistência é de molhadinho mesmo.

Dica do Maikon e do Jeff: "Pode ser colocado castanha no lugar das nozes, mas achamos que as nozes deram um sabor melhor."

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Pedacinho do Brasil.



Hoje o Pedacinho do Brasil é sobre uma bebida conhecida no mundo inteiro: A Caipirinha.
Pouco se sabe sobre a origem da caipirinha. Muito provavelmente, a mistura de gelo, limão, água ardente e açúcar nasceu no interior do Paraná.
Além de deliciosa, é considerada um ótimo remédio contra a gripe.
Em bares de todo o mundo, a receita vem ganhando novas cores e sabores, com ingredientes cada vez mais surpreendentes. Aos poucos, a cachaça cedeu lugar para a vodka, rum, saquê...e o limão é substituido por outras frutas tradicionais, como o morango, maracujá e abacaxi.
Totalmente a gosto do freguês.
Aqui na Suiça, todo ano, geralmente no mês de Julho, tem uma festa chamada Caliente onde se reunem, nós brasileiros, e mais alguns países da América Latina. E nessa festa, a bebida mais tomada, é a Caipirinha.
Então, vamos a receita:

Receita de caipirinha de limão

1. Corte o limão em pedaços médios (meio limão é suficiente para uma dose de caipirinha)
2. Coloque os pedaços de limão no copo e adicione duas ou três colheres de sopa de açúcar.
3. Utilize um macete, pilão ou socador de madeira para macerar os pedaços de limão e soltar o suco.
4. Adicione cachaça a gosto.
5. Acrescente dois ou três cubos de gelo.
6. Mexa bem a bebida para misturar o açúcar.



Receita de caipirinha de morango

Ingredientes:
6 morangos grandes e maduros
1 dose de vodka
1 colher de açucar
gelo a vontade
Modo de preparo:
Bata os três morangos com um pouco de vodka no liquidificador;
Corte o restante dos morangos em pedacinhos bem pequenos;
Misture os morangos cortados com o suco que foi batido no liquidificador;
Acrescente o açúcar e a vodka.

Espero que tenham gostado!
Até a próxima...