quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Pedacinho do Brasil

Hoje vou iniciar essa nova tag aqui no blog, chamada Pedacinho do Brasil.
E nessa tag, vou mostrar sempre um pedacinho de cada estado, um pouquinho da cultura de cada lugar, e principalmente a vasta culinária. Porque não há no mundo, nada parecido com gostinho do arroz com feijão, ovo frito, vaca atolada, galinhada, pão de queijo, costela assada no fogo de chão, os peixes da Amazônia, sanduiche de mortadela, feijoada, torresmo, enfim...são tantas comidas, que nem me lembro o nome.
Então apartir de hoje, podem ficar de olho, toda quinta feira tem Pedacinho do Brasil, aqui no blog.

Começando pelo Sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), hoje eu vou falar um pouquinho do Chimarrão.
Não sei se já falei pra vocês, mas eu nasci em Toledo, no Estado do Paraná. Com cinco anos aproximadamente, meus pais resolveram se mudar para Santa Catarina, então fomos morar em São Bento do Sul. E desde que me conheço por gente, eu adoro chimarrão.
E tive a sorte de chegar aqui, e encontrar a erva mate nas lojas de produtos brasileiros, mas quando vou ao Brasil, faço questão de trazer alguns quilos na mala, hahah.
A familia do meu marido, também adora chimarrão (acho ótimo). Sempre tomava com meu sogro Querino, que agora está no Brasil. Nos fins de semana, quando fazemos um almoço de família, meu cunhado Leandro sempre espera com o chimarrão prontinho.
Bom, mas quero falar também sobre os benefícios dessa bebida tão gostosa.
Na constituição química da erva-mate, aparecem:
Alcalóides (cafeína, metilxantina, teofilina e teobromina), taninos (ácidos fólico e cafeico), vitaminas (A, Bi, B2, C e E), sais minerais (alumínio, cálcio, fósforo, ferro, magnésio, manganês e potássio), proteínas (aminoácidos essenciais), glicídeos (frutose, glucose, rafinose e sacarose), lipídeos (óleos essenciais e substâncias ceráceas), além de celulose, dextrina, sacarina e gomas.
Sendo assim, a erva- mate é considerada um alimento quase completo, pois contém quase todos os nutrientes necessários ao nosso organismo.
Também é extenso o rol de propriedades terapêuticas da erva-mate, de modo especial em razão da presença de alcalóides, como a cafeína, na sua composição.
Destaca-se principalmente que o mate é estimulante da atividade física e mental, atuando beneficamente sobre os nervos e músculos eliminando a fadiga. Observa-se também que estimulante do mate é mais prolongada que a do café, sem deixar efeitos colaterais ou residuais como a insônia e irritabilidade. Por outro lado, o chimarrão atua sobre a circulação, acelerando o ritmo cardíaco e harmoniza o funcionamento bulbo-medular. Age também sobre o tubo digestivo, facilita a digestão e favorece a evacuação e mictação. É considerada ainda um ótimo remédio para pele e reguladora das funções do coração e da respiração, além de exercer importante papel na regeneração celular.
O chimarrão, segundo institutos de pesquisas internacionais, é um tônico estimulante do coração e do sistema nervoso: elimina os estados depressivos, conferindo ao músculo maior capacidade de resistência a fadiga, sem causar efeitos colaterais. Após estudos realizados sobre os efeitos fisiológicos exercidos pela erva-mate concluíram: O emprego da infusão aumenta as forças musculares, desenvolve as faculdades mentais, tonifica o sistema nervoso, regulariza e regenera as funções do coração e respiração, facilita a digestão e determina uma sensação de bem estar e vigor no organismo, sem acarretar depressões ou qualquer efeito colateral no organismo, como a insônia, palpitações ou agitações nervosas provocadas por outras bebidas similares, permite como bom alimento (natural) que sejam suportadas as fadigas e a fome.
A erva-mate contém altas proporções de vitamina E, efetiva na regulação das funções sexuais, além de ser um elemento indispensável para a pele.
As análises feitas com as folhas de erva-mate mostram que esta planta possui vitaminas, aparecendo em maior escala as do complexo B; possui também cálcio, magnésio, sódio, ferro e flúor, minerais indispensáveis a vida.
O chimarrão é rico em ácido pantotênico, encontrado em menor escala na tão propalada geléia real das abelhas, muito procurada pelas características medicinais que possui.
Aqui na Suiça, não conheço muita gente do Sul do Brasil...a não ser a familia do meu marido, e há algumas semanas atrás conheci a Ana Luiza de Souza, que escreve o blog Pelo Mundo, ela é de Santa Maria no Rio Grande do Sul.
Então para os brasileiros, independente o lugar onde moram...espero que tenham gostado do post de hoje.
E Ana, vou esperar você voltar de férias, pra gente marcar um chimarrão, ok? hahaha. Porque ultimamente estou tomando chimarrão sozinha. A familia aqui também foi de férias.
Super beijos pra vocês.
Vou tomar um chimarrão agora.

2 comentários:

  1. hahaha eu NUNCA consegui dar um gole em chimarrão! só o cheiro já me embrulha o estomago! sou normal?
    hahahaha
    bjus

    ResponderExcluir
  2. hahaha...de que parte do Brasil vc veio?

    ResponderExcluir