segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Falta de Vitamina D.

Falta de vitamina D causa problemas físicos e cognitivos


Ola pessoal.

Hoje vou começar a semana com um assunto diferente aqui no blog, quero falar um pouco de saúde.
Afinal, alimentação tem tudo a ver com saúde.
Bom, na semana passada fui fazer um exame de rotina, e foi diagnosticada a falta da vitamina D. E aqui onde vivo atualmente, é um tanto complicado, pois a maioria dos dias por aqui é cinzento e frio. O verão (calor mesmo), dura em torno de 4 meses, e olha lá...
E o que faz aumentar a produção da vitamina D no nosso organismo, é justamente o sol.
A vitamina D serve para absorver o cálcio, e o cálcio tem a função de deixar nossos ossos mais fortes, entre outras tantas funções...mas vou esclarecer um pouco mais, com essa reportagem do siteYahoo - Minha Vida. (é só clicar no link para abrir a reportagem completa).


Segundo estudos recentemente publicado nos Estados Unidos, cerca de 10% da população de paíse desenvolvidos ou em desenvolvimento possui deficiência devitamina D. Esta deficiência eleva em aproximadamente quatro vezes as chances de quedas, fraturas ósseas, sintomas depressivos, câncer de cólon e problemas cognitivos (de memória e da capacidade de raciocínio). 

A vitamina D protege o fluxo sanguíneo e limpa o organismo de toxinas, incluindo as proteínas amilóides associadas à doença de Alzheimer, promovendo um melhor funcionamento do organismo como um todo. A grande maioria das pessoas deficientes em vitamina D apenas irão apresentar sintomas na idade adulta, por isso, tomar cuidado com a falta desse nutriente vital para o nosso organismo é importante desde a juventude. 

Um exame simples de sangue ( 25OH Vit. D3) detecta os níveis de vitamina D e deve ser solicitado por um médico experiente sobretudo na presença de sinais e sintomas de carência desse nutriente. As queixas mais comuns são dores ósseas (latejamento/desconforto) na coluna lombar, quadril e pernas e dor e fraqueza na musculatura dos braços. Existe também um risco aumentado de quedas e osteoporose. Muitos pacientes também se queixam de fraqueza e desânimo. 



Benefícios da suplementação de vitamina D

Ao certificar-se de que está ingerindo quantidades diárias recomendadas à sua faixa etária, você está prevenindo problemas futuros de quedas, osteoporose, fraturas e doenças cardiovasculares (infarto, trombose e derrame cerebral).

Outros benefícios são a melhora da capacidade física (aumento da disposição e do ânimo) e uma menor chance apresentar problemas cognitivos (demência senil e Mal de Alzheimer) na terceira idade, a prevenção do câncer de cólon e de sintomas depressivos. 
Alimentos ricos em Vitamina D
Óleo de peixe - 400 miligramas por colher de chá.
Gema de ovo - 20 miligramas por unidade
Salmão fresco -100 a 250 miligramas por 100 gramas.
Sardinha e atum - 200-300 miligramas por 100 gramas
Leite de soja - 200 miligramas (um copo ) 

Prevenção e tratamento

Para prevenir a deficiência de vitamina D em pessoas com exposição solar inadequada, recomenda-se uma dieta rica em vitamina D que varia conforme a faixa etária. O tratamento da deficiência consiste em suplementação oral por cerca de oito semanas.

Já fazem alguns anos, quando ainda morava no Brasil, que sinto dores constantes na coluna. Quando cheguei aqui, começei a fazer uma série de exames, e hoje em dia já tenho os diagnósticos, tenho um problema de origem genética mas agora está sob controle, faço tratamentos e me sinto muito melhor. Não quero me estender muito sobre o assunto, apenas com esse esclarecimento, talvez eu possa ajudar outras pessoas.
E entre tantos exames, este de sangue, foi muito importante, porque vai me ajudar a aumentar a taxa de vitamina D e assim, levar uma vida normal, sem dores. 
Eu começei um tratamento que vai durar em torno de 3 meses, até o final do inverno mais ou menos e é  Vitamina D pura, em gotas (o gosto não é muito agradável...mas tudo bem).
Mas para esclarecer ainda mais, o meu problema genético não tem relação nenhuma com a falta da vitamina D, são duas coisas diferentes. E cada uma tem um tratamento diferente.
Bom, acho que é isso, espero que essa reportagem ajude outras pessoas de alguma forma.
Uma boa semana a todos, e ate mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário